Pages

Ads 468x60px

,

terça-feira, 19 de abril de 2011

O PRECÁRIO ASFALTO DA AVENIDA A BEIRA DO CÓRREGO ALVORADA-A CHAMADA OBRA FEITA NAS COXAS.









Mais uma vez vemos aqui, uma obra que caracteriza de má qualidade em nossa cidade. O pagamento deve ser de primeira, mas a qualidade do serviço é de terceira.

Ai está o asfalto feito na avenida beira o córrego alvorada, feito semana passada pela empresa que sempre presta serviço ao município. "Coincidência não?"

Pois bem, há lugares como nas fotos mostradas acima, que o rolo compactador mal passou, já veio a cobertura com a massa asfáutica.
Há desnivelamento e aprofundamento do terreno que se observa-se a olho nu.

Não se vê nenhum fiscal fiscalizando as obras terceirizadas pelo município, não vê sequer vereadores que são os fiscais pagos pelo povo, fiscalizar tal tipo de obra.

Vai acontecer, o mesmo que aconteceu com o muro do parque ecológico, a primeira chuva forte que vier, vai tudo por água abaixo.

É preciso que alguém de mova, é preciso que investiguem a qualidade desse asfalto que está sendo aplicado nestas obras .
Há defeitos enormes  , é uma vergonha que ninguém ate agora manifestar sobre o assunto.

Se não há qualidade, também não haverá durabilidade.
A questão não é só qualidade, mas também como o trabalho está sendo executado.

Tudo feito as pressas, de última hora, de qualquer jeito, simplesmente para soltar fogos de artifícios no aniversário da cidade.
Estamos aqui sempre apostos, estamos montando um banco com milhares de fotos, e podem ter certeza, que providências haverão de ser tomadas.

Há instâncias superiores que com certeza, acatará todas as denúncias. Custe o tempo que custar, mas a justiça prevalecerá.

**********************************************************************************
26/04/2011

Nove dias após publicarmos aqui em nosso blog a vergonhosa obra de má qualidade, tentaram remendar o mal feito.
Veja as fotos abaixo!
Será que estávamos mentindo?

A MIRANTE DA VERGONHA

A MIRANTE DA VERGONHA

Blogger templates

VEJA AS HORAS NO MUNDO